Salvar postagem como: PDF

Total de visualizações de página

Anuncie sua empresa

Translate

julho 28, 2017

Brasil em colapso

Berlin asil está em colapso. A violência e a criminalidade domina todas as esferas da sociedade. Menores roubam e estupram, a exemplo do último caso ocorrido  dentro de uma sorveteria em Manaus. Dessa maneira, a população segue sua rotina, dentro de uma anormalidade talvez nunca vista. Assim, nessa esfera embaçada de discursos vazios, colocam a culpa numa polícia que pede socorro. No Rio de Janeiro, o Governo aprovou o apoio das forças armadas e força nacional para se resolver um problema que em sua raiz é social ou quem sabe político.
Nos últimos anos a criminalidade multiplicou suas ações e as autoridades se mostraram inoperantes diante do volume de delitos. Agora, como reduzir a criminalidade no seio da sociedade pobre se os criminosos do alto escalão sobrevivem e enriquecem usurpando direitos e se saindo bem de todos os processos que respondem em juízo? Alguns afirmam:
Leis mais duras
Redução da maioridade penal
Pena de morte: Ressalte-se: só pobres e as minorias morreriam, além de provas implantadas em inocentes.
São várias as alternativas citadas por aqueles que de alguma maneira querem mudar um país que está na lama. Porém, será que isso é suficiente? Infelizmente não! Se começássemos hoje, uma mudança, ela deveria começar pela Educação que é base do futuro da criança. Na atualidade os professores são mal remunerados e servem como sustentação política. A família também deveria ser acompanhada, as vezes os pais atribuem a escola o que é sua responsabilidade. Entretanto, parece que ninguém observa. Reclama-se, há gritos, murmurações e lamentos contra os fatos, mas não quanto a sua causa. Vivemos num marasmo de opiniões. Opina-se pelo que se vê, contudo, se deveria combater aquilo que não vemos que são os desmandos da política brasileira. Ela é a única responsável pelo lamaçal, desemprego, criminalidade, uma Educação em crise, um sistema de saúde falido e municípios vivendo de migalhas. Quem sabe,depois do extermínio de todo resíduo de corrupção, em 20 anos teríamos uma nova geração de homens íntegros e com uma nova mentalidade para exercerem cargos na política brasileira.
Somente com a mudança política, tendo a visão do gestor focada primeiramente na Educação e saúde é que se poderá ter expectativas de uma nação próspera merecedora do respeito de outros países.
Aí sim, se poderia confiar fielmente num Governo que não mente.

Erlon Andrade

0 comentários :

Postar um comentário

Todos os comentários serão bem vindos, porém, só aprovarei dentro do tema exposto.