Salvar postagem como: PDF

Total de visualizações de página

Anuncie sua empresa

Translate

agosto 18, 2016

Aldeias do Médio Xingú recebem unidades básicas de saúde



As três aldeias da terra indígena Paquiçamba e a comunidade da Área Indígena Juruna do Km 17 são as primeiras a receberem Unidades Básicas de Saúde Indígena (UBSI), construídas e equipadas pela Norte Energia, empresa responsável pela Usina Hidrelétrica Belo Monte. As obras fazem parte do Projeto Básico Ambiental – Componente Indígena (PBA-CI) do empreendimento, que beneficia 09 etnias do Médio Xingu.

No dia 17 de agosto, a empresa entregou as UBSI das aldeias Mïratu, Furo Seco e Paquiçamba, na Terra Indígena Paquiçamba. Antes, no dia 12 de agosto, quem recebeu também uma das unidades foram os indígenas da aldeia Boa Vista, na Área Indígena Juruna do Km 17. A próxima entrega ocorrerá na aldeia Terrawangã, na Terra Indígena Arara da Volta Grande do Xingu. Ao final das entregas serão 34 novas unidades construídas e equipadas até dezembro de 2017, conforme o cronograma de execução do PBA-CI.

As ações de saúde indígena de Belo Monte incluem apoio para queda drástica no número de casos de malária nas aldeias da região do empreendimento, com redução de 98,89% dos casos entre 2011 e 2016; reforma, ampliação e equipagem da Casa de Saúde Indígena (Casai); formação de agentes indígenas de saúde e de saneamento; implantação de 28 sistemas de abastecimento de água potável nas aldeias e oficinas de educação ambiental para o correto tratamento do lixo, dentre outras.

Até o momento, a Norte Energia já aplicou aproximadamente R$ 340 milhões nas ações previstas no PBA-CI em favor de cerca de 3,5 mil indígenas. O Projeto abrange, além das ações de saúde, a construção de 34 escolas e projetos para garantia de segurança alimentar como as 36 Casas de Farinha e 76 aviários, já entregues, além de, 16 pistas de pouso, 470 quilômetros de acessos terrestres, e as ações de programas educacionais, de manutenção da cultura e tradições e de fortalecimento institucional em execução nas comunidades indígenas do Médio Xingu.

0 comentários :

Postar um comentário

Todos os comentários serão bem vindos, porém, só aprovarei dentro do tema exposto.