Salvar postagem como: PDF

Total de visualizações de página

Anuncie sua empresa

Translate

maio 24, 2014

Pobre - A marca da Besta

De promessas o mundo está cheio.


Momento da chegada a comunidade


Um terreno  localizado no Icuí Guajará no município de Ananindeua está tirando o sono de mais de cem famílias que ocupam aquele espaço desde 27/12/12. A questão, no entanto, vai além da simples ocupação, pois, de acordo com os moradores, em 2013, o prefeito do município em visita aos habitantes do loteamento Parque das Ameixas, prometeu que a terra seria doada as famílias. Infelizmente, as palavras são levadas pelo vento, pois, não existe nenhuma gravação sobre essa promessa e talvez, se existisse, não faria muita diferença.
A ordem de despejo foi recebida no dia 14/05/2014 e terá o cumprimento em 20 de junho. A tristeza é grande na comunidade, porque o futuro é incerto. Muitos moradores ficaram desempregados recentemente e com o dinheiro da indenização compraram material de construção e deram andamento ao acabamento da casa. Outros se tornaram pais pela primeira vez. E não existe nem a expectativa de serem remanejados para outra área, pois pelo que parece o dever da prefeitura é só lançar as famílias ao relento.


Informação de interesse público

A lição que fica é que sempre as pessoas de baixa renda são marcadas. Marcadas pelo desemprego, falta de moradia, por lutas diárias pela sobrevivência e o desrespeito aos direitos básicos de saúde. O pobre possui a marca da Besta, que se manisfesta através das decepções e mágoas, a partir daí começa a desacreditar no sistema, pois a Besta promete e nunca cumpre. Sai uma Besta e entra outra e quem sofre as consequências é sempre aqueles que estão desprovidos de toda e qualquer assistência por parte dos governantes. 

1 comentários :

Postar um comentário

Todos os comentários serão bem vindos, porém, só aprovarei dentro do tema exposto.