Salvar postagem como: PDF

Total de visualizações de página

Anuncie sua empresa

Translate

novembro 14, 2013

Revisão da Condenação - Emasculados de Altamira


"O presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias Deputado Marco Feliciano (PDC-SP) , declarou ontem, 13 de novembro que irá solicitar ao Presidente do Conselho Nacional de Justiça, Ministro Joaquim Barbosa, "empenho para investigar possível erro na condenação" dos réus no caso dos meninos emasculados de Altamira (PA). A pedido do deputado Lourival Mendes (PTdoB-MA), a comissão realizou audiência pública para discutir o tema."


Revisão



Mesmo com todas essas evidências da culpa do Mecânico Francisco das Chagas, a Justiça paraense nunca aceitou rever as condenações. Depois de várias prisões e solturas desde a condenação, os dois médicos permanecem encarcerados desde 2009, apesar de uma liminar do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, que pede a libertação até que se proceda a novo julgamento.

Os deputados da Comissão de Direitos Humanos, assim como os senadores Paulo Paim (PT-PA) e Magno Malta, se comprometeram a comparecer ao Supremo na próxima semana para conversar com Mello sobre o caso. “É preciso que se cumpra a liminar do ministro Marco Aurélio e que se faça justiça”, disse Malta.
Lourival Mendes defende a libertação imediata dos médicos e a revisão da condenação. “Talvez nós estejamos diante do maior erro do Judiciário brasileiro. Precisamos de novo julgamento para evitar que essa injustiça se perpetue”, ressaltou.
Já estava em tempo de algo concreto ser feito a respeito desse caso.


Leia Mais.....

Relacionados
Caso: Césio Brandão
Dr: Césio Flávio Caldas Brandão

4 comentários :

Essa é a cara da Justiça Brasileira: INJUSTIÇA E LENTIDÃO!!!

C pedido de Revisão Criminal foi apresentado ao Tribunal de Justiça do Pará, e chegou ao gabinete da desembargadora em 17 de janeiro deste ano. O processo está parado desde então, o único acontecimento foi a manifestação não fundamentada do Ministério Público, em 4 de fevereiro de 2013, posicionando-se contra o acolhimento da Revisão.
Felizmente, esse caso tem ganhado repercussão, e a mobilização das pessoas, divulgando e repassando as informações, é capaz de pressionar o judiciário paraense para reverter essa injustiça!

Infelizmente, qualquer retificação feita acerca deste caso, não trará as vidas de todos os que foram covardemente injustiçados com este caso. Vidas, famílias, carreiras e dignidades foram roubadas, em nome de respostas vazias para satisfazer a opinião pública que clamava por justiça. Mas esta injustiça, não satisfez NADA , nem tampouco ninguém.
Hoje, quase vinte anos depois ou mais, a tal justiça falha, errônea, covarde e cruel!!!

A nossa corte maior precisa bloquear de imediato esse processo de cerceamento dos direitos dos médicos pressos injustamente. Presos pela conveniência daqueles que deveriam zelar pelo bem maior de qualquer cidadão brasileiro.. O direito á justiça. Se existe um mínimo de evidência ou indício da inculpabilidade desses médicos então eles não deveriam estar presos. É preocupante e vergonhoso para nós brasileiros sabermos que no judiciário existem carrascos arrogantes.

Postar um comentário

Todos os comentários serão bem vindos, porém, só aprovarei dentro do tema exposto.