Salvar postagem como: PDF

Total de visualizações de página

Anuncie sua empresa

Translate

maio 17, 2010

Matando em nome de Deus

Homens Bomba

Matar, ou se explodir no meio de uma multidão é comum para fanáticos religiosos. Para eles o corão, livro sagrado do islamismo é levado ao pé da letra, e o que os líderes falam é levado as últimas consequências. Muitos acreditam firmemente que chegarão ao paraíso fazendo tolices como essa e atentando contra a própria vida e a de outrem.
Existem vários tipos de atrocidades cometidas pelo mundo a  fora, mas a principal que considero é a conivência.
Na bíblia sagrada está escrito que Deus nos dá o livre arbítrio. O livre arbítrio para pensar por si próprio, falar, tomar decisões etc. E acho inadmissível alguém se calar diante de fatos que vão de encontro ao bom senso. A bíblia narra fatos onde fica claramente exposto a fraqueza humana. Homens que adulteraram, profetas que morreram doentes, profetas de Deus que não souberam conduzir os filhos no bom caminho, filhos que se rebelaram contra o pai, e assim por diante. A bíblia foi escrita sob a inspiração de Deus, mas foi escrita por homens, homens como eu e você, com qualidades e defeitos. Certa vez, na época quando Israel atacou a cidade de Gaza, e começou a matança de crianças, passei a criticar esses atos. E alguém me disse: "Israel é o povo escolhido" é o povo que Deus escolheu, não importa o que façam, porque é a vontade de Deus para este povo, sempre foi assim e sempre será.
Muitas vezes pregamos a palavra de Deus, mas em nós parece que não surte efeito.
Se Jesus veio e nos mostrou o caminho da graça, então não vivemos mais pela lei. E se não vivemos pela lei, considero que tenho livre arbitrio para não concordar com o que quer que seja.
Não importa se Israel seja o povo escolhido, mas se comete atrocidades e vai de encontro aquilo que Deus deixou como preceitos, creio que tenho o direito de discordar, porque possuo algo que Deus me deu: O livre arbítrio. Em tudo nesta vida temos o direito de opinar, não podemos ficar em cima do muro.
Assim como os homens bomba, assim também no nosso meio. Os homens bomba acreditam estar fazendo uma boa obra se explodinho e matando inocentes. E hoje muitos líderes religiosos estão fazendo o mesmo com os seus adeptos. Não usam bombas, mas matam espiritualmente, oprimem, querem que seus seguidores façam e cumpram o que nem eles querem fazer.
A palavra de Deus fala: Onde está o espírito de Deus aí há a liberdade. Muitos estão encarcerados pela religião. Muitos são ameaçados e coagidos pela "Vinda de Jesus", pois dizem eles: " não podemos ser pêgos de surpresa".
A vinda de Jesus é algo  concreto. Mas muitos usam isso como desculpa para manter a manada em ordem, sem alvoroço, sem opinião, sem voz.
Fomos feitos a imagem e semelhança de Deus, Deus nos deu uma mente, uma boca, um coração. Não somos rôbo, temos sentimento e livre arbítrio.

1 comentários :

Lê os livros de Frank Viola,ele é um dos teologos que estao repensando a igreja contemporânea.
Paz!

Postar um comentário

Todos os comentários serão bem vindos, porém, só aprovarei dentro do tema exposto.