Salvar postagem como: PDF

Total de visualizações de página

Anuncie sua empresa

Translate

abril 10, 2010

Ponto de Vista !

Descriminalização do aborto, casamento entre pessoas do mesmo sexo e direito de adoção de crianças por casais homoafetivos. A (CNBB) Conferência Nacional dos Bispos do Brasil é contrária a todos os ítens acima.
Essa é uma virtude dos membros da Igreja Católica em não abrirem mão do direito de serem contrários ao que não concordam.
Juristas, movimentos sociais e OAB discutem a algum tempo esses temas. Políticos mudam leis para enquadrar essas pessoas ao contexto social. Como se tudo fosse normal, mas na realidade não é.
Só um exemplo: A criança nasce para a felicidade dos pais, e recebe o nome de Joaquim. Os anos passam e por motivos diversos, o Joaquim passa a ter tendência ao homossexualismo. Quando passa a ser dono de si, escolhe um pseudônimo e quer ser chamado assim. "Hoje não sou mais o Joaquim,  quero ser chamado de Priscila" diz ele. E nas escolas hoje esse direito é assegurado. O Joaquim pode assinar pelo pseudônimo de Priscila e mais, ser reconhecido como mulher. E o pior de tudo: Políticos que deveriam elaborar leis para a melhoria de vida da população, são capazes de mudar até a Constituíção para serem reconhecidos como aquele que lutou pela causa. E com certeza no futuro mais um mandato estará garantido.
Deus criou Macho e Fêmea. Homem e Mulher, não existe e nunca existirá outro termo.
Um outro fator que deve ser analisado é o seguinte: : Levando em consideração que a criança é um produto do meio, e que o caráter da criança é formado até os oito anos, Fica a pergunta: Um casal homessexual adotará uma criança. Essa criança será criada com amor e carinho, mas a criança vendo o seu ponto de referência "os pais" homosexuais, com certeza terá isso como normal e com o tempo será mais um com pensamentos distorcidos a respeito de si próprio ou não?
Dos pontos em discórdia apenas o aborto merece uma atenção especial, no que diz respeito a uma gravidez indesejada através de um estupro. É uma incoerência querer que uma gravidez assim seja levada adiante.
Homossexualismo existe desde epócas remotas, mas os Políticos de nosso país deveriam zelar mais pelas leis que já existem e não criar leis sem sentido.
Homossexuais devem ser tratados com respeito em qualquer lugar, mas não concordo que  mudem  a lei para que eles se enquadrem. Eles precisam mudar para se enquadrar na lei.

0 comentários :

Postar um comentário

Todos os comentários serão bem vindos, porém, só aprovarei dentro do tema exposto.