Salvar postagem como: PDF

Total de visualizações de página

Anuncie sua empresa

Translate

abril 08, 2010

Estagnação

As pessoas na maioria das vezes vivem sempre com segundo interesse nas coisas que fazem. Quando entregam uma cesta básica, sempre no futuro sonham com um mandato de político. Sempre quando elogiam alguém, por trás do elogio esperam serem  agraciados com alguma coisa ou benefício.
Assim como no passado, hoje em dia as pessoas já não crêem uma nas outras, já não crêem em uma ação sem interesse. Talvez por que elas mesmas já se acostumaram a agir dessa maneira. E isso acontece em todos os meios sociais. Pobre, rico, católicos, protestantes, e o pior de tudo isto  ocorre dentro da igreja. Onde não deveria haver egoísmo, inveja, falta de amor,  é onde encontramos fatos como esse  em abundância.
Assim como em uma grande empresa, onde encontramos pessoas com várias idéias e essas idéias são analizadas e se forem boas são colocadas em prática. Assim também no círculo religioso existem homens e mulheres com idéias, que se forem colocadas em prática trarão grandes benefícios a todos. Se hoje temos uma bíblia e o evangelho, se temos as igrejas evangélicas e católica e demais denominações, é porque alguém teve coragem no passado de sair do lugar. Alguém que teve coragem de ousar em todos os sentidos, alguém que teve coragem de sofrer por suas idéias. E hoje quando abrimos a bíblia constatamos que as palavras que nela encontramos não foram escritas por homens desvairados ou que não tinham o que fazer, mas sim por homens ungidos por Deus.
Na venezuela encontramos Hugo Chaves o santo presidente: O único que pensa, o único que dá as ordens, o único que faz. E em decorrência o país está afundando apesar da riqueza do petróleo.
Hoje vemos a obra de Deus estagnada em muitos sentidos. Estagnada por mentes retrógradas, mentes que julgam outros por si.  E em consequência trabalhos estagnados.
Precisamos aprender que nem todos são iguais a nós. Há muitos hoje que ainda trabalham por amor, isto é, sem interesse algum.

0 comentários :

Postar um comentário

Todos os comentários serão bem vindos, porém, só aprovarei dentro do tema exposto.