Salvar postagem como: PDF

Total de visualizações de página

Anuncie sua empresa

Translate

fevereiro 16, 2010

Tortura em Salinas

O diretor do (CRS) Centro de recuperação de Salinas foi afastado para que seja apurada as denúncias de abuso de autoridade, maus tratos, superlotação e constrangimentos durante a revista das mulheres que vão ao local visitar parentes. Denúncias estas que foram feitas à Ouvidoria do Ministério Público do Pará e à Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Representantes dessas entidades fizerem uma visita surpresa ao CRS, para foram impedidos de entrar.
Quem está respondendo pelo (CRS) é o  major Mauro, que dirige atualmente o Centro de Recuperação Coronel Neves.
De acordo com o sr. Justiniano Alves Júnior que é Superintendente da Susipe,  após tomar conhecimento da situação tomou as medidas necessárias e disse:
"A Susipe, Superintendência do Sistema Penal, não compartilha com desatinos que violem direitos fundamentais de presos e todos os responsáveis serão punidos dentro da lei".

Se há essa situação de constrangimento e tortura, sem dúvida alguma os responsáveis devem ser punidos. Os presos não são santos, estão ali porque cometeram um crime, contudo é necessário que as pessoas que estão representando o Estado mostrem através de sua conduta, que foram preparados para ocupar essa ou aquela posição. E dessa maneira, se os fatos  forem  realmente verdade, ficará somente a indignação por parte de todos que acreditam no bom trabalho que é feito pela administração de cada casa penal do estado.

2 comentários :

Não estamos no tempo da ditadura. E esse negócio de espancar e constranger deve haver sim uma punição rigorosa. Não defendo preso, mas quem comete atrocidades contra alguém merece ser punido, ainda mais quando a família está envolvida. As esposas, mães e filhas entram em presídios para fazerem visitas e tem que se submeter muitas vezes a "gracejos". Dessa maneira "Peia nos culpados".

Isso é um mal que deve ser extipado do nosso meio. Preso não é animal!

Postar um comentário

Todos os comentários serão bem vindos, porém, só aprovarei dentro do tema exposto.