Salvar postagem como: PDF

Total de visualizações de página

Anuncie sua empresa

Translate

outubro 18, 2009

Deus no banco dos réus !


A foto acima é de uma mãe acariciando o rosto de um filho morto,  na troca de tiros com policiais na região metropolitana de Belém. Triste cena principalmente quando vemos o sofrimento de uma mãe.
Diariamente vidas são perdidas. Mas quem será o culpado por toda a tragédia que ocorre entre os seres humanos.
É interessante o ponto de vista do escritor  português chamado José Samarago de 86 anos em seu livro de nome "Caim"  de 176 páginas.
Uma das perguntas que ele faz no livro é: Porque Deus não cercou a árvore do fruto proibido com arame farpado para que Adão e Eva não se aproximassem dela.
A tendência sempre é nos esquivarmos de nossas responsabilidades e atribuirmos as tragédias a Deus. No caso desse escritor ele é ateu.
O livre arbítrio é concedido a todo ser humano, e temos sempre duas opções em nossa vida. Trabalhei mais de dez anos dentro dos presidios da região metropolitana de Belém, e tive a oportunidade de ver presidiários se transformarem e hoje são pastores. Mas também tive a experiência de visitar presos em 1995 no extinto presidio São José, Colônia Agrícola Heleno Fragoso e CRC  e muitos retornaram a prisão por várias vezes. Conheci um  que por motivo de ética e respeito não cito o nome, o vi pela primeira vez no ano de 98, e o mesmo cantava hinos, lia a biblia durante o culto que nós realizávamos dentro do refeitório daquele  presidio. Nessa época realizamos  o batismo de 16 internos.
Depois de algum tempo fui chamado para presenciar um testemunho de um ex presidiário, pois ele havia mencionado o meu nome, então me chamaram.
Quando passei a ouvir as palavras dele naquele púlpito constatei que realmente ele não tinha mudado. Não tinha passado por uma transformação. Quando ele desceu da tribuna o chamei e disse: "Procure viver o que você prega para que isso se torne em beneficio pra você não em dificuldade.
Depois desse dia, ele foi preso mais quatro vezes e depois de 14 anos desde quando o conheci naquele presidio, no inicio do mês de outubro  ele foi abatido com 4 tiros na cabeça. Conheci aquele homem quando ele tinha 34 anos. Perdeu a vida com 48 anos de idade. Assim como ele outros que conheci seguiram o mesmo caminho. Mas será que Deus deve estar no banco dos réus ou somos exclusivamente nós através de nossa insanidade e astúcia para praticar o mal?

1 comentários :

Você disse tudo,Nós somos livres para fazermos o bem entedermos, mas não podemos nos esquecer que Deus nos pedirá contas de tudo o quanto fizermos.Eclesiates 11:9.
Deus nos deixa escolher o caminho por seguir,é claro que Ele coloca pessoas no nosso caminho que nos orienta, nos guia;o resto é com cada um nós...e NÃO ADIANTA COLOCAR A CULPA EM DEUS.

Postar um comentário

Todos os comentários serão bem vindos, porém, só aprovarei dentro do tema exposto.