Salvar postagem como: PDF

Total de visualizações de página

Anuncie sua empresa

Translate

setembro 25, 2008

Jó cap.10


A minha alma tem tédio de minha vida; darei livre curso à minha queixa, falarei na amargura da minha alma.
direi a Deus: Não me condenes; faze-me saber por que contendes comigo.
Parece-te bem que me oprimas, que rejeites o trabalho das tuas mãos e resplandeça sobre o conselho dos ímpios?
Tens tu, porventura, olhos de carne? Vês tu como vê o homem?
São os teus dias como o dia do homem? Ou são os teus anos como os anos de um homem,
para te informares da minha iniquidade e averiguares o meu pecado?
Bem sabes tu que eu não sou ímpio; todavia, ninguém há que me livre da tua mão.

Autor do blog:

Jó vivia um momento terrível na sua vida, buscava consolo e não encontrava, buscava respostas e não havia. Jó se considerava um justo e temente a Deus, contudo, as calamidades da vida vinham sobre ele como uma tempestade tempestuosa, como um tsuname que assolou a Ásia.
Em muitos momentos de nossa vida nos vemos nessas situções, analisamos a nossa própria justiça e chegamos a conclusão que não merecemos passar por tudo isso.
Mas então porque Deus permite que sejamos oprimidos, humilhados, injustiçados e porque muitos hoje que se dizem cristãos estão morrendo corroídos pelo cancer? Porque todo esse mal sobre os "Justos"?
Só podemos falar baseados na palavra de Deus:
Todas as coisas contribuem para o bem daqueles que amam a Deus.
Deus certa vez chamou Nabucodonozor de meu servo. Esse rei era o instrumento na mão do Senhor para correção de Israel. Muitos hoje vivem no cativeiro e opressão assim como Israel viveu na escravidão., mas tudo tem um objetivo.
Temos que nos submeter para que através da obediência venhamos a obter a vitória.
Mas nem sempre a vitória é da forma que esperamos.

0 comentários :

Postar um comentário

Todos os comentários serão bem vindos, porém, só aprovarei dentro do tema exposto.