Salvar postagem como: PDF

Total de visualizações de página

Anuncie sua empresa

Translate

maio 26, 2008

Gênesis: 2.7 E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra e soprou em seus narizes o fôlego da vida.




Pais que perderam seus únicos filhos ganharam permissão para conceber nova criança.China aplica multas em casais com mais de um filho desde os anos 70.
Do G1, com agências entre em contato
O controle de natalidade na China foi aliviado para famílias que perderam o único filho no terremoto que devastou o país. O governo anunciou nesta segunda-feira (26) que pais de crianças mortas ou gravemente feridas podem conseguir permissão para conceber outro filho.
Saiba mais
» Panda gigante é resgatado com vida após terremoto na China
» Duas semanas após terremoto, lago chinês ameaça transbordar
» Número de mortos em terremoto na China passa de 65 mil
» China: Previsão de chuva ameaça áreas atingidas
» Após sobreviverem ao terremoto, pandas viram atração em zôo chinês
Desde os anos 70 é proibido por lei ter mais de um filho na China. A política foi lançada para controlar as altíssimas taxas de natalidade e facilitar a garantia de um bom sistema público de saúde e educação. Mas a lei admitia exceções para algumas etnias, famílias em áreas rurais e casais que já eram filhos únicos. As regras de natalidade têm sido cada vez mais qüestionadas por famílias desafortunadas com a perda dos filhos no terremoto. O tremor de 12 de maio de 2008 matou muitos filhos únicos. No geral, mais de 65 mil pessoas morreram, segundo a estimativa mais recente, e mais de 23 mil chineses estão desaparecidos. Por outro lado, muitos chineses têm manifestado interesse em adotar orfãos que perderam os pais no terremoto. A medida anunciada nesta segunda (26) também permite que famílias adotem quantos órfãos quiserem. O governo estimou na semana passada que o terremoto deixou cerca de 4 mil órfãos, mas informou que efetuará esforços para encaminhar as crianças para parentes.



NOTA DO AUTOR DO BLOG:

Conversando com uma jovem Chinesa de nome Chang Shing, sobre o controle de natalidade, ela disse que jovens mulheres todos os anos abortam na China, dessa maneira o Governo chinês impõe uma lei até certo ponto correta., mas por outro lado não observa as consequências que são os abortos em massa para não passar pelo crivo do governo. Creio e é minha opinião: Aborto é crime e existe muitas maneiras de evitar uma gravidez. Assim a China peca contra a vida.

1 comentários :

aborto são feitos por pessoas sem sentimento

Postar um comentário

Todos os comentários serão bem vindos, porém, só aprovarei dentro do tema exposto.