Salvar postagem como: PDF

Total de visualizações de página

Anuncie sua empresa

Translate

março 21, 2008

COMO PODE ?


Pai de menina atropelada por outra criança volta ao local do acidente
Ele conta que, após acidente, criança perguntou à mãe o que houve com 'perninha'. Menina de 4 anos teve a perna esquerda decepada após ser atingida por automóvel.
Do G1, com informações do Jornal Hoje entre em contato




var midiaEmbed = { midiaId: 805529, autoStart: false }; var embed = new GMCEmbed(midiaEmbed); embed.print();
O pai da menina Gabriele de Lima Santos, de 4 anos, que foi atropelada por um carro que tinha um menino de 3 anos no banco do motorista (veja como foi o acidente), voltou nesta quinta-feira (20) ao local do acidente em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo. “O que mais me emociona é que, quando a mãe foi socorrê-la após o acidente, ela falou: mãe, o que houve com a minha perninha?”, disse Gidéssio Silva Santos.

Veja o site do Jornal HojeA criança teve a perna esquerda decepada, abaixo do joelho, por volta das 17h30 da terça-feira (18), após ser atingida por um carro quando estava sentada na calçada em frente à sua casa. Quem estava no banco do motorista era um menino de 3 anos. Ela está internada no Hospital Santa Marcelina e não há previsão de alta. A polícia ainda não localizou os donos do carro. O veículo foi deixado aberto na frente da casa do garoto de 3 anos, por duas pessoas interessadas no aluguel do imóvel onde ele mora. O carro está no pátio da prefeitura de Itaquaquecetuba. De acordo com o delegado que cuida do caso, ele não passou por vistoria logo após o acidente, o que deve prejudicar as investigações. Uma das hipóteses é de que o menino tenha soltado o freio de mão, fazendo com que o veículo descesse a ladeira até atropelar Gabriele.
Saiba mais
» Vizinhos de menina atropelada estão indignados com dono do carro
» Menina de 4 anos atropelada por garoto perdeu parte da perna
Mas o carro tem câmbio automático e, segundo peritos em mecânica, mesmo que o garoto destravasse o freio de mão, o veículo não deveria sair do lugar. A polícia até agora não localizou os donos do veículo. Depois do acidente, as duas pessoas que chegaram com o carro fugiram, sem prestar socorro.

Revolta
Segundo vizinhos, o dono do carro não prestou socorro à vítima. Os moradores do local estão revoltados com a atitude dele e da família do menino. “A mãe da menina estava com ela nos braços, desesperada, e o homem nem olhou nem ajudou”, conta Vanderlei Dias, 35 anos, vizinho da vítima. Ele conta ter sido o primeiro a ajudar no socorro. “Peguei uma toalha para ajudar a estancar o sangue. A perna da menina foi amputada na hora, parou debaixo do carro”, conta. O pai da garota só foi saber do acidente por volta das 12h30 desta quarta-feira (19), quando chegou em casa do trabalho. Segundo os vizinhos, ele passou mal com a notícia e teve que ser levado carregado para o hospital. De acordo com uma testemunha que não quis se identificar, a mãe do menino de 3 anos, também não prestou socorro. “Ela não fez nada, não se preocupou com a vítima. Ficou xingando lá de cima, falando que os moradores estavam ameaçando o filho dela. Um absurdo, porque o menino não tem culpa.” Ainda segundo os moradores, o dono do carro já havia sido visto na casa da mãe do menino. Depois do acidente, os vizinhos não viram mais a mulher. Na quarta-feira (19), ela não foi encontrada em casa.

Susto e preocupação
Ivanildo de Lima Santana, de 26 anos, é tio de Gabriele e contou como ocorreu o acidente. “Ela estava sentada no portão de casa, com uma perna dentro e outra na calçada, onde a roda do carro pegou. Depois do impacto, ela caiu para dentro de casa, rolando pela escada”, disse.



glbFO({src:"/FlashShow/0,,16582,00.swf",width:"600",height:"400",flashvars:"",wmode:"transparent"})



Leia mais notícias de São Paulo
initZoom('mudaFonte');

0 comentários :

Postar um comentário

Todos os comentários serão bem vindos, porém, só aprovarei dentro do tema exposto.