Salvar postagem como: PDF

Total de visualizações de página

Anuncie sua empresa

Translate

fevereiro 25, 2008


O pastor Cláudio Pires,diretor do Seminário de Educação Teológica da Assembléia de Deus(Setad),associa a imagem do trabalho pastoral evangélico á de um médico da família.A metáfora se justifica no primeiro contato e no primeiro cuidado com as ovelhas ou o rebanho de Jesus,como Pires se refere aos fiéis,para então indicá-los ao especialista certo.Mas o que precisa um cidadão ou cidadã comum para desempenhar um papel de evangelização?Além da vocação,será preciso,cada vez mais,de formação religiosa.Atualmente,afirma Pires,todos os 211 pastores da Assembléia de Deus possuem o curso básico de Teologia,curso livre com duração de dois anos criado para fornecer ensino bíblico ao aluno leigo.


A igreja caminha para que o curso se constitua numa obrigatoriedade para os futuros pastores.O curso foi inaugurado há 34 anos,com a fundação do Setad,e consiste em matérias bíblicas e assuntos ligados à realidade eclesiástica.É um curso menor que o de bacharelado em teologia,que possue duração de quatro anos e ênfase em disciplinas como a sociologia.Para ingressar,basta saber ler,escrever e possuir a vocação para o pastorado.As aulas acontecem aos sábados,das 14;30 às 21;00horas,num total de 460 horas de aula.As mensalidades custam 35,00,mas em alguns casos,os custos são bancados pela própria Assembéia de Deus.O curso forma em média 220 pastores por ano.


Por ser uma atividade considerada de sacerdócio,ela não é remunerada segundo as normas da consolidação das leis do trabalho(CLT),mas Pires ressalta que os pastores recebem ajuda de custo variável dependendo da comunidade em que a igreja estiver instalada.Para chegar ao posto de pastor,afirma Pires,é preciso antes que o pretendente conheça as diversas esferas da igreja."A orientação bíblica é de que não se deve colocar pessoa muito nova para que ela não venha causar problemas no trabalho.Temos por principio experimentar o membro jovem da igreja em várias funções.Quando você chega ao pastorado,em tese,já é experiente na igreja."Não há idade limite para exercer a função de pastor."Enquanto a pessoa for jovem,forte,líder e ajudar a igreja",diz Cláudio Pires.A saída ocorre como uma aposentadoria ou a reserva em relação ao serviço militar.


Segundo o pastor Cláudio

0 comentários :

Postar um comentário

Todos os comentários serão bem vindos, porém, só aprovarei dentro do tema exposto.